Instituto Brasil Rural

  • português
  • español
  • english
Principais Atividades

Turismo no Espaço Rural

Guia Rural

Estudo Preliminar da cadeia produtiva do Turismo Rural No Brasil

Estudo Preliminar da cadeia produtiva do Turismo Rural No Brasil

Confraria Ruarl





Novas Bibliografias

Novas Bibliografias Turismo Rural 

The public sector as a key enablerin sustainable rural tourism L McLaren Department of Tourism Management University of Pretoria E Heath Department of Tourism Management University of Pretoria

TURISMO RURAL CONSCIENTE: SOLUÇÕES E NOVAS FORMAS DE RELACIONAMENTO Andreia Roque - andreia@institutobrasilrural.org.br Odaléia Telles Marcondes Machado Queiroz – otmmquei@usp.br Alessandra Freire dos Reis - freire.le@gmail.com

Instituto de Desenvolvimento do Turismo Rural Brasil Rural Turismo Rural: Uma breve abordagem no Brasil BREVE RESGATE DAS ATIVIDADES TURÍSTICAS E RURAIS

Turismo Rural e a Mulher Dissertação de Mestrado de Raquel Lunardi com orientação de Professor Joaquim Anécio Universidade Federal de Santa Maria

TOURISM AND RURAL DEVELOPMENT: UNDERSTANDING CHALLENGES ON THE GROUND LESSONS LEARNED FROM THE BEST TOURISM VILLAGES BY UNWTO INITIATIVE

O setor público como um facilitador chave no turismo rural sustentável INTRODUÇÃO Durante um estudo sobre os factores críticos de sucesso para a comercialização de rotas de turismo rural, tornou-se cada vez mais evidente que uma série de intervenientes do sector público influenciam a sustentabilidade económica de tais rotas. Embora uma gama variada de partes interessadas permita ou dificulte o desenvolvimento de rotas e os esforços de marketing, o sector público desempenha um papel facilitador particularmente significativo neste aspecto. Duas rotas turísticas na zona rural de KwaZulu-Natal foram utilizadas como estudos de caso para identificar o papel e a influência do sector público na sustentabilidade das rotas. McLaren Departamento de Gestão de Turismo da Universidade de Pretória E Heath Departamento de Gestão de Turismo da Universidade de Pretória ABSTRATO As rotas de turismo rural têm o potencial de contribuir para a redução da pobreza, canalizando o turismo para zonas rurais pobres. Embora o turismo seja essencialmente uma actividade económica do sector privado, o sector público é uma influência chave na sustentabilidade económica das rotas de turismo rural. Este estudo exploratório examina o papel do sector público nas esferas do governo provincial, distrital e local no desenvolvimento e comercialização de rotas de turismo rural. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas aprofundadas com partes interessadas em duas rotas de turismo rural que atravessam zonas rurais muito pobres em KwaZulu-Natal, uma província da África do Sul. O estudo revelou apoio inadequado ao turismo, e às rotas rurais em particular, especialmente nos municípios distritais e locais. O turismo e os benefícios potenciais do desenvolvimento de rotas turísticas são, ao que tudo indica, mal compreendidos, pelo que as infra-estruturas, o financiamento e o apoio de marketing necessários ainda faltam em muitos casos. O estudo conclui que, para que o turismo rural traga benefícios às zonas rurais pobres de uma forma sustentável, será necessária uma maior cooperação através das fronteiras municipais e o apoio às rotas de turismo rural por parte do sector público nas esferas do governo provincial e local.

Turismo rural – uma alternativa para o desenvolvimento municipal / Marta Feitosa Lima Rodrigues, Mônica de Freitas Costa, Osni Morinishi Rocha. -- Brasília: CNM, 2022. 41 p. : il. -- (Coleção Gestão Pública Municipal: XXIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios – Edição 2022) Disponível em: https://www.cnm.org.br ISBN 978-65-88521-39-7 1. Turismo. 2. Turismo Rural 3. Gestão municipal do turismo. 4. Planejamento turístico. 4. Desenvolvimento turístico. 5. Diagnóstico municipal. I. Costa, Mônica de Freitas. II. Rocha, Osni Morinishi. III.

EXTENSÍON RURAL PARA AMBIENTES DE COMUNICAÇIÓN DIGITAL: METODOLOGIA PEDAGÓGICA Y EJEMPLOS DE APLICACIÓN ZUIN, LUÍS FERNANDO SOARES...[et al.] Construir una forma de comunicación dialógica con las personas que viven y trabajan en los territorios rurales es uno de los fundamentos de la Asistencia Técnica y Extensión Rural (ATER), procurando un desarrollo socioeconómica y ambientalmente sustentable de la producción agropecuaria. La educación ejerce un papel de transformación de realidades que va mucho más allá de apenas la transferencia de contenidos, y por eso impacta diferentes aspectos de nuestra vida. La Organización de Naciones Unidas (ONU) propone una iniciativa en búsqueda de ambientes con equidad social, sustentabilidad económica y ambiental, lo anterior por medio del establecimiento de 17 Objetivos de Desarrollo Sostenible1. Esos objetivos ofrecen una matriz para entender el papel de la educación, de la producción de alimentos y de la calidad de agua entre otros, pero además permite entender la relación de interdependencia entre todos los elementos abordados. Dentro de esta perspectiva complementada por otras, presentamos una metodología educativa volcada hacia la ATER Digital y participativa, que promueva en el campo los elementos de “Una Salud” y Justicia Social, lo anterior con ejemplos y poniendo a disposición recursos educativos. Publicação EDUEPB disponível no site: http://eduepb.uepb.edu.br/e-books/

Dos Campos para as Cidades O PAPEL DOS PRODUTOS AGROALIMENTARES NO DESENVOLVIMENTO RURAL E NAS RELAÇÕES RURAL-URBANO EM PORTUGAL COORDENAÇÃO Elisabete FIGUEIREDO | Mónica TRUNINGER | Teresa FORTE | Alexandre SILVA |Celeste EUSÉBIO Este livro foi desenvolvido no âmbito do projeto de investigação STRINGS – Selling The Rural IN(urban) Gourmet Stores – establishing new liaisons between town and country through the sale and consumption of rural products, financiado pelo FEDER, através do COMPETE 2020 – Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI) (POCI-01-0145- FEDER029281) e por fundos nacionais (PTDC/GES-OUT/29281/2017) através da FCT/MCTES.

Destination Attributes of Memorable Chinese Rural Tourism Experiences: Impact on Positive Arousal, Memory and Behavioral Intention

O TURISMO RURAL E O PROBLEMA DA GERAÇÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS: PANORAMA DE PEQUENAS PROPRIEDADES RURAIS TURÍSTICAS DE TAMARANA – PR Autor: Juliane Aparecida Casagrande Beserra BIBLIOTECA DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA (UEL)

Boas Práticas Turismo Rural PB: FIDA Projeto SEMEAR

© 2024 Instituto Brasil Rural - Todos os direitos reservados
by Guest   Fotos Pisco Del Gaiso
He went on to produce his own watches a few years later, and replica watches the Rolex name came about in 1908. In about 1920 he moved to Bienne, Switzerland to open Montres Rolex S.A., which is when everything really begun. Just six years later the brand's hallmark product family would be released. One thing is notably absent from the 1926 Rolex Oyster replica watches. The trademark crown logo is missing. Rolex didn't come up with the crown logo until the early 1930s, but you can see that on one of the pieces the Rolex name was presented in the same font and style that it is in today. You'll also notice the replica watches uk fluted bezel, which is also a hallmark of Rolex design on today's Datejust and Day-Date models (among others) This was part of replica watches the patented water-resistance system employed in the Rolex Oyster. Hermetically sealed, the Rolex Oyster was innovative not just for being able to be taken into the water, but for resisting a range of replica watches sale liquids and particles such as dust from entering the case.