Instituto Brasil Rural

  • português
  • español
  • english
Boletim Informativo
Seminário Turismo Rural Consciente

01/09/2021

A 17ª edição da Feira Internacional de Turismo Rural no Brasil (Ruraltur) começa nessa quarta-feira, (1º) e segue até o dia (4) de setembro de 2021 em formato 100% digital. Considerada o maior evento Internacional de Turismo Rural no Brasil, esse ano, a Ruraltur traz como novidade, a realização do I Seminário de Turismo Rural Consciente, nos dias (1º) e (2) de setembro numa parceria entre a Rede de Empreendedores do Turismo Rural Consciente e os Sebrae´s do Maranhão e da Paraíba. O objetivo do Seminário é promover a troca de ideias, criando um itinerário de aprendizado e experiências para quem quer empreender e melhorar a sua atuação no Turismo Rural, ou que deseja saber mais sobre esse segmento que emerge como uma das grandes tendências de viagem, passado esse período mais agudo de pandemia.

Para o Seminário a Rede Turismo Rural Consciente (TRC) preparou nove painéis com temas relevantes, envolventes e práticos conforme segue:

1º Dia – 01/09 (quarta-feira)

PAINEL 1

O primeiro painel abre o evento às 11 horas, e abordará o Turismo Rural Consciente e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU. Esse painel conta com uma palestra da Andréia Roque, sócia proprietária da Brasil Rural Operadora de Experiências Rurais Equestres e Naturais, que irá apresentar a origem da Rede TRC, que hoje, conta com cerca de 120 negócios participantes e como se pode praticar um Turismo com sustentabilidade, baseado nos ODS.  Nesse Painel, também serão apresentados dois cases com as empreendedoras Márcia Bichara, do Cafezal em Flor Turismo e Cafés, em Monte Alegre do Sul – SP, que abordará como ela aplica os ODS em sua propriedade e Rosana Ker, do Sítio Boa Esperança, em Socorro (SP), que apresentará a metodologia de reconhecimento dos ODS adotada pela Rede TRC, que propõe reflexões sobre o tema, difundindo as boas práticas adotadas pela Rede.

PAINEL 2

O segundo painel começará às 13 horas, com o tema os Desafios e Superação durante a Pandemia, e será conduzido e apresentado pela Paula Martins, coproprietária do Rancho da Linda Paisagem, em Juquitiba (SP), que cunhou o termo “Turismo de Confinamento”, e que teve papel fundamental na criação do Manual de Boas Práticas da Rede TRC (protocolos de atendimento e proteção contra a COVID-19). Esse painel trará ainda três cases de superação durante a pandemia que serão apresentados pelos empreendedores Daniela Oliveira da Fazenda da Barra, em São José do Barreiro (SP); Fernando Figueiredo, da Travessia Turismo de Aventura, em Recife (PE) e Vanessa Nunes, que coordena a Associação dos Empresários de Turismo Rural de Mogi das Cruzes (SP).

PAINEL 3

O terceiro painel acontecerá na sequência, às 14h30 horas, trazendo uma abordagem sobre a Importância da Gestão Sustentável no Turismo Rural, pois a sustentabilidade ultrapassa a problemática apenas ambiental para alcançar questões sociais, culturais, políticas e territoriais, que são necessidades fundamentais desse novo século. Nesse painel teremos com anfitriã a Consultora de Turismo Rural e Hotéis, Maria Beatriz Almeida Prado. Para proferir a palestra principal o convidado é o Prof. Dr. Luiz Penna Franca, que abordará algumas práticas de sustentabilidade e contará ainda com as experiências de quatro empreendedores convidados: Maria Júlia de Albuquerque Baracho, do Hotel Fazenda e Engenho Triunfo, em Areia (PB), que falará sobre “Água – reaproveitamento e redução de consumo”; Ayo Miranda Mendes, da Fazenda Capoava, em Itu (SP), que falará sobre “Energia limpa e fontes não convencionais”; Juliana Monteiro, do REO das Bicas, em Pindamonhangaba (SP), que abordará sobre aproveitamento de resíduos – compostagem e Luciana Balbino, do Restaurante Rural Vó Maria e Sítio e Casa de Vó, em Areia (PB), que falará sobre Efluxos – fossa ecológica.

PAINEL 4

O quarto painel começará pontualmente às 16h30 horas com o tema: “Agregando Valor ao Espaço Rural”, que será apresentado pela palestrante Aline Moraes Cunha, Consultora da Plantur Ecodesenvolvimento, que abordará os Saberes e Fazeres Rurais e como isso cria a Dinamização da Economia Local. Na sequência são apresentadas algumas maneiras de agregar valor ao espaço rural como o uso do ‘charme’ trazido pela consultora TIZ Almeida Prado; o desenvolvimento do Turismo Étnico e de Base Comunitária com a empreendedora Solange Barbosa, criadora da Rota da Liberdade; a criação da Rota Amazônia Atlântica com sabores tradicionais à mesa com a Hortência Osaqui, da Fazenda Bacuri; e o Valor Global do Produto Local desenvolvido pelo Jornalista e Escritor Rogério Ruschel.

PAINEL 05

O quinto painel encerra a programação do primeiro dia do Seminário Nacional de Turismo Rural Consciente às 18 horas, com o tema “Identificando e Valorizando os Produtos”, apresentando e desmistificando as expressões I.G. – Indicação Geográfica (de origem) e D.O.- Denominação de Origem. Tarefa difícil que será conduzida pela experiente Consultora do SEBRAE NACIONAL, Hulda Oliveira Giesbrecht, que ministrará palestra Indicações Geográficas: valorizando produtos, com muitos cases de como a identificação e o reconhecimento agregam valor e trazem mercado para produtos, produtores e regiões. Participam ainda deste painel com suas experiências as empreendedoras: Laura de Góes Nepomuceno Leal, do Sítio São Luís, em Pacuti (CE), que irá falar sobre IG de Cafés Especiais da Serra de Baturité/Ceará; Maria de Fátima Fongaro, da Encantos do Campo Turismo e Arte, de Socorro (SP), abordando sobre artesanatos com origem; e Márcia Regina Bichara, da Cafezal em Flor Turismo e Cafés, de Monte Alegre do Sul (SP), que está vivenciando a iniciativa de reconhecimento dos Cafés Especiais do Circuito das Águas Paulista e será a Anfitriã deste painel.

2º Dia – 02/09 (quinta-feira)

PAINEL 6

O sexto painel começará às 14h, sob a coordenação da Jornalista Alessandra Lontra, da Ale Lontra Comunicação & Turismo, de João Pessoa (PB). Nesse painel Thiago Akira, Consultor de Marketing Digital para o Turismo vai trazer o tema “Marketing Digital Turístico”, onde levantará questões ligadas ao uso de estratégias de marketing no cenário do Turismo Rural para o posicionamento digital de produtos e destinos. Vamos entender a importância da internet para negócios locais rurais e como o consumidor e o mercado se comportam quando o assunto é experiências e consumo de produtos do campo. Em seguida a Luciane Quadro, consultora de negócios turísticos rurais na Quadro Consultoria em turismo, apresentará como a Pousada Matuto Sonhador aplicou as estratégias de marketing digital para aumentar os acessos no site e para finalizar, o jornalista Luiz Henrique Miranda, especialista em relacionamento com a imprensa e fundador do pioneiro Sistema Press Club de relacionamento com jornalistas, sediados no Brasil e Exterior, compartilhará informações sobre a divulgação dos empreendimentos turísticos no espaço rural. Como a notícia agrega valor às campanhas de marketing digital? Esta questão-chave será respondida com base na bem-sucedida experiência acumulada pelo consultor e CEO da Amigo Comunicação Empresarial.

PAINEL 7

O sétimo painel está marcado para iniciar às 15 horas e terá como tema Marketplace: construindo a nossa Mercearia Digital e contará com uma palestra da Consultora Luciane Quadro, da Quadro Consultoria, explicando como o Turismo Rural pode fazer parte das modernas Mercearias Digitais, os Marketplaces de produtos e experiências turísticas. Discute ainda, mercado digital, concepção de experiências, custos, comissionamento, preço de venda, público-alvo, distribuição e feira digital. O painel contará ainda com dois “cases” práticos com Thiago Pena, Diretor da ADLABS empresa de tecnologia que criou a startup Mercado Colaborativo e Laura Santi, cofundadora da plataforma VZIT Novas Experiências, uma startup que é um marketplace de comercialização de Experiências Turísticas e Locais.

PAINEL 8

O oitavo painel começará pontualmente às 17 horas, e terá o formato de uma Mesa Redonda que discutirá o Turismo no Espaço Rural com temas como turismo é fluxo, envolve destinos e produtos turísticos diversos e em convivência como os Caminhos de Turismo e Peregrinação, Cicloturismo, Turismo de Aventura, Ecoturismo e, claro, Turismo Rural. Márcio Canto de Miranda, proprietário da RPPN Ninho do Corvo, de  Prudentópolis (PR), conduzirá as discussões em parceria com a consultora do SEBRAE Paraíba, Regina Amorim, e com o proprietário da Rede dos Sonhos Hotéis-Fazenda, Engenheiro José Fernandes Franco.

PAINEL 9

O I Seminário Nacional de Turismo Rural Consciente chega ao fim com o nono e último painel que apresentará as conclusões do evento e fará o lançamento da “Segunda Carta do Turismo Rural Consciente Brasileiro” focando no reconhecimento do Turismo como atividade Rural formal; acesso a Conectividade do Campo, pois telefonia e internet são necessidades inadiáveis; Inovação; e agenda 2030.

Sobre a Ruraltur

A Feira Internacional de Turismo Rural no Brasil (Ruraltur) está na sua 17ª edição e já se tornou uma marca, tendo ultrapassado as barreiras do Brasil. A Ruraltur foi criada pelo Sebrae Paraíba em 2005, e a partir de 2015, passou a ser nacional e itinerante, acontecendo em outros estados do país. O objetivo da Feira é fomentar, promover, fortalecer o desenvolvimento do Turismo Rural e dar visibilidade mundial a atividade rural.

Inscrições pelo link: https://ruralturdigital.com.br/inscricao/

01 | 02    próxima»
© 2021 Instituto Brasil Rural - Todos os direitos reservados
by Guest   Fotos Pisco Del Gaiso
He went on to produce his own watches a few years later, and replica watches the Rolex name came about in 1908. In about 1920 he moved to Bienne, Switzerland to open Montres Rolex S.A., which is when everything really begun. Just six years later the brand's hallmark product family would be released. One thing is notably absent from the 1926 Rolex Oyster replica watches. The trademark crown logo is missing. Rolex didn't come up with the crown logo until the early 1930s, but you can see that on one of the pieces the Rolex name was presented in the same font and style that it is in today. You'll also notice the replica watches uk fluted bezel, which is also a hallmark of Rolex design on today's Datejust and Day-Date models (among others) This was part of replica watches the patented water-resistance system employed in the Rolex Oyster. Hermetically sealed, the Rolex Oyster was innovative not just for being able to be taken into the water, but for resisting a range of replica watches sale liquids and particles such as dust from entering the case.